Drogas de abuso

Lícitas e ilícitas

Álcool (ALC)

A dependência de álcool é um problema que atinge entre 10 e 12% da população mundial, sendo mais frequente em homens do que em mulheres. Pesquisas apontam que 11% dos homens e 2% das mulheres consomem álcool diariamente e que a faixa etária com maior índice é entre 18 e 35 anos.

A substância está presente em uma variedade incontável de bebidas, obtidas por fermentação ou destilação da glicose presente em cereais, raízes e frutas. Seu consumo é medido por doses e cada dose tem entre 10g e 14g de álcool. Dependendo da quantidade ingerida, estima-se que em torno de 10 horas o corpo é capaz de recuperar seu estado normal.

Consumido via oral, o álcool tem cerca de 20% da sua absorção no estômago e 80% no intestino delgado. A substância é classificada como um depressor, pois desacelera as funções vitais deixando a fala com difícil compreensão, os movimentos oscilantes, percepções alteradas e até mesmo incapacidade para reagir rapidamente. A droga pode causar ainda efeitos agudos físicos como aumento da quantidade de urina, redução dos reflexos motores, marcha cambaleante, náuseas, vômitos e aumento da frequência cardíaca e da pressão sanguínea.  Além disso, o uso de álcool age diretamente em diversos órgãos como fígado, vasos e coração.

Fale com especialistas em pesquisa e tecnologia na área de testes e diagnósticos rápidos