Drogas de abuso

Lícitas e ilícitas

Opioides (OPI)

Os opioides apresentam duas características que os tornam drogas de abuso particularmente perigosas: produzem euforia e bem-estar. Sua ação necessita de doses cada vez maiores para que os efeitos sejam mantidos num determinado nível.

O opioide de abuso mais utilizado hoje é a heroína, um derivado da morfina com praticamente os mesmo efeitos, mas com maior solubilidade aquosa, o que facilita o seu consumo. É consumida pela injeção intravenosa com agulha, mas pode ser também fumada.

A dependência física é uma consequência inevitável e universal para o consumidor de heroína. É fisiologicamente impossível de se evitar com o consumo regular. A cessação do consumo leva a síndrome de abstinência. Há opioides naturais, derivados do ópio, sintéticos e semissintéticos.

Produtos

Fale com especialistas em pesquisa e tecnologia na área de testes e diagnósticos rápidos